Alimento Saudável no Mercado O papel do comprador para o sucesso do varejo de alimentos - Alimento Saudável no Mercado

O papel do comprador para o sucesso do varejo de alimentos

Os supermercadistas e pequenos varejistas de sucesso vêm tornando cada vez mais profissional a gestão de compras de seus estabelecimentos, com crescente atenção para as funções do comprador.

A razão para isso é simples: comprar com maior eficiência tem feito a diferença nos resultados, especialmente em segmentos competitivos e com características peculiares (validade e conservação dos produtos, sazonalidade…) como o de alimentos. Quem compra bem, vende melhor.

compradora Por isso, acertar com maior precisão no preço, na quantidade, no prazo e na entrega junto aos fornecedores é um dos caminhos que muitos estão trilhando para superar os desafios de um cenário econômico instável e incerto. E é a figura do comprador que tem servido de guia neste processo e um dos motivos para o desempenho positivo nas vendas.

O comprador é o profissional que foi conquistando espaço dentro dos estabelecimentos a medida que a relação com os fornecedores passou a exigir novos conhecimentos, mais especialização e uma nova postura. Ou seja, elevou o nível no relacionamento e também, em contrapartida, o grau de exigência por melhores resultados. Em pequenos empreendimentos, onde o proprietário faz a gestão de compras e todas as tarefas administrativas, estar atento às funções do comprador é fundamental.

Aquele “fazedor de pedidos”, mais preocupado com o cumprimento de etapas burocráticas, ficou no passado. O comprador agora é mais proativo e sua importância, antes apenas operacional, passou a ser também estratégica. Manter o estoque em dia é apenas uma das muitas atribuições do comprador porque hoje ele não faz bons pedidos, faz bons negócios.

Nesse sentido, é correto afirmar que o trabalho deste profissional tem relação direta com a rentabilidade do estabelecimento. Nas palavras do consultor norte-americano Peter Baily, autor de “Compras – Princípios e Administração”, “o perfil ideal do comprador moderno é aquele que vê a função como geradora potencial de lucro”.

A forma como procura atingir este objetivo vem da relação que estabelece com os fornecedores, com melhores negociações, que ajudam a reduzir custos, a subsidiar ações de marketing e a alavancar vantagens competitivas para o supermercado se diferenciar da concorrência e conquistar o consumidor.

Profissional mais especializado

pedido - comprador Para cumprir seu papel com eficiência, o comprador precisa estar sempre bem informado e atualizado sobre tendências de mercado, novidades em termos de produtos e estratégias de logísticas, além de informações sobre conjuntura econômica. E não pode nunca abrir mão de ter um amplo conhecimento de toda a operação. Quanto mais informações sobre a movimentação da loja como histórico de vendas, produtos campeões de vendas e de encalhe, e feedbacks dos clientes, melhor. É deste modo que o comprador poderá ter as reais demandas da loja com mais precisão.

O trabalho do comprador deve ser sempre integrado com os demais setores do estabelecimento, com acompanhamento do estoque e da saída de produtos, mas também rotinas de avaliação sobre o próprio processo de compras. Tudo isso servirá de base para a argumentação que ele usará com os atuais e novos fornecedores.

Somado a isso, o comprador deverá ter na ponta da língua também as características dos produtos que está buscando e dos que estão sendo oferecidos pelos parceiros. Em estabelecimentos de maior porte, para facilitar esta tarefa, é possível optar pela setorização.

Assim, o comprador passa ser a referência para atender um setor específico do estabelecimento, como o de alimentos, por exemplo. Isso ajuda a trabalhar melhor o sortimento dos produtos e até o espaço no ambiente da loja a fim de identificar a melhor forma de atrair e conquistar o consumidor.

A setorização tem como fator positivo a possibilidade do profissional se tornar um comprador ainda mais especializado, além de manter o foco em acompanhar um mercado específico, o que facilita para a realização de análises e a tomada de decisões. Tendo uma visão de longo prazo, isso também contribui para a construção de parcerias sólidas (e vantajosas) com fornecedores, tendo o comprador como peça-chave na busca por melhores resultados.


Veja também:

videos desafios do comprador

Deixe seu comentário